UNOBTAINIUM

FAROL

PÁTRIA QUE ME PARIU

por Cláudio El-Jabel

Pensei eu,

Vou, não vou?

Aquela indecisão de deixar a terra,

Onde brinquei na infancia,

Onde cresci desde meu tempo de criança,

Pensei muito antes de decidir,

Afinal, quem acreditaria de eu estar aqui,

Não sai com mágoas,

Mas sim com uma certa preocupação,

Meu país anda tropeçando,

Por mais que tentemos dar-lhe a mão,

Rezo muito para que o Brasil se levante,

Deixe de ser um gigante adormecido,

Aquele que vive deitado eternamente em berço explendido,

E caia na real,

Não no pensamento de ser maior,

Mas que respeite mais seus filhos,

Mesmo os que não sejam “di menor”,

Que os corruptos que são muitos e em todas as profissões,

Paguem caro por suas traições,

E aos legítimos brasileiros da terra mãe gentil,

Que se abram as oportunidades para a pátria que os pariu,

Se pretendo voltar?

Não sei, sei lá…

Sou…

View original post 10 altre parole